Sérgio Santos

Exibir:
Ordenar por:

Faca "Persian"

Inspirada em facas Persas, não existem linhas rectas no design, óptimo poder de corte.Com bainha de ..

216,48€
Sem impostos: 176,00€

Faca "Tanto"

Faca inspirada nos Tanto Japoneses, óptimo poder de corte e penetração.Com bainha de pele de seleiro..

202,95€
Sem impostos: 165,00€
Sérgio Santos


Há algumas décadas atrás, ainda criança, ficava maravilhado ao ver o meu avô, o Mestre "Jaquim", um sapateiro de uma aldeia do interior Algarvio, a praticar as suas artes.

Passava horas (não havia televisão, telemóveis, nem internet...), a vê-lo cortar a pele, fazer o fio para coser, ainda não se usavam os fios encerados vendidos em rolo que se usam na actualidade, e com mestria colocar as cerdas (pelo de javali) nas pontas afinadas do fio, a servirem de ajuda para atravessar a pele anteriormente furada com uma sovela. 

Dessas memórias das férias passadas em  Benafim, veio o gosto e a vontade de aprender as artes do couro. Após o primeiro coldre que mandei coser a um sapateiro, não tendo ficado satisfeito com a costura de máquina, pedi alguns conselhos a meu pai: das suas memórias e das minhas resultaram experiência.
De colegas e amigos que, vendo as minhas peças, me fizeram as primeiras encomendas, rápidamente passei a fornecer primeiro um armeiro que existia na Praça de Londres, e depois outro e outro. Fiz trabalhos de pele para o Banco de Portugal, Policia Judiciária, Força Aérea, etc. 
Sempre tentando melhorar, foram livros e livros devorados, revistas, DVD´s,  internet e acima de tudo experimentar, falhar, mas nunca desistir.
Depois veio a oportunidade de praticar outra paixão: a cutelaria. E aí pude dar largas á imaginação: as bainhas ganharam pinturas, gravações, embutidos,  moldagens  e todo um sem fim de coisas que o artesanato em pele permite.

 

Sérgio Santos